Páginas

3 de fevereiro de 2011

Música e viagem... há como não associar?


O assunto hoje é música. O assunto do blog é viagem... É tudo uma coisa só: Amor!
"All we need is love" diziam os Beatles, e é a mais pura verdade.

Viajar ouvindo música, compor em algum lugar mágico, ter sempre na memória uma música que te remete a tal destino, conhecer uma música diferente, apresentada por alguém que você possivelmente nunca mais verá, em um lugar encantador. Essa é a mais poderosa mistura mental que lhe acontece quando viaja.

Tenho comigo algumas músicas que trazem até o "cheiro" dos lugares por onde andei. Existe, é claro, aquela que todo mundo sempre canta, basta eu pronunciar meu nome - amigos, vou cantar novamente mas por favor parem, ok? Ohhhhh Carlaaaaa, eu te ameiiiiii como jamaaaaisss um ouuutrooo alguueemmm vai te amaaar - eu agradeço o empenho e afinação mas devo declarar que, as que me recordo verdadeiramente, vem carregadas de imagens fantásticas que nunca esquecerei. Essa, eu só lembrei agora por que o momento exigiu, ficou claro?!




Visualizem comigo algumas cenas: Noite clara, céu limpo, calor de primavera, você passando pelo estreito que liga o continente a Ilha de Florianópolis e no som do carro, Avohai, Zé Ramalho... Conseguiram sentir?
Outra imagem: Manhã de outono, céu limpíssimo, você num avião pequeno como um Cesna, passando por sobre Guaraqueçaba e Superagui num vôo muito baixo, conseguindo ver as pessoas e cachorros andando pela areia, no fone de ouvido Lenine, Paciência.
Mais uma imagem: Morro de São Paulo, uma ilha distante de tudo, uma praia pequena, cheia de Piscinas naturais de água verde, com pequenas tartarugas e peixes coloridos, final de tarde, o céu azul e rosa mas um rosa extremo, em faixas de nuvens sob o azul turquesa. No barzinho pequeno de madeira perto da praia onde você está deitado na areia, tocava baixinho She's Like a Rainbow, Rollingstones.

Estes foram alguns dos meus momentos lúdicos, mas já tive cenas bizarras também.
Entrando em São Paulo em plena sexta feira as 14 horas, trânsito infernal, de taxi partindo do aeroporto de Congonhas ouvindo Motorhead, Ace of Spades. Imaginem a leveza do momento... Ou então andando pelo parque Ibirapuera, ao redor do lago, Domingo de Sol, vendo um mendigo já um tanto idoso, cabelos longos, conversando consigo mesmo no banco do parque enquanto as crianças corriam por perto, ah, sem chance! Jethro Tull nele, Aqualung! "Sitting on park bench, eyeing littles girls with bad intent..."

Definitivamente minha memória musical torna alguns destinos inesquecíveis, por mais simples ou triviais que eles possam parecer. Mais a frente comentarei sobre a memória olfativa que também trago de minhas viagens, é quase tão forte quanto a musical.

Alguém aí tem um momento musical para relatar? Maestro Zezinho, uma nota!!! É O QUAAAL É A MÚUUSICAAA!!!

Grande abraço a todos! E só pra constar: Adoro São Paulo e Motorhead ok?

OBS: Editando o post. Eu tinha, na 1ª versão deste post, colocado apenas o link da música
dos Stones, mas alguns de nossos seguidores pediram para que eu colocasse
os links de todas as músicas citadas, então lá vão eles, em ordem
como aparecem no texto:

Stones - She's Like a Rainbow - http://www.youtube.com/watch?v=PcYNUX0g4e8

Só lamento pessoal... ficarei devendo "Ohh Caaarlaaa"
E também aviso que a imagem acima é da 4ª praia de Morro de São Paulo, perto do bar onde ouvi She's Like a Rainbow. E aí, quem vai querer ir pra lá???








8 comentários:

  1. Tem tudo a ver com que ando pensando ultimamente!
    Muito bom, parabéns pelo post.

    ResponderExcluir
  2. yeahhh... igual LOVE AIN'T NO STRANGER do Whitesnake combina com guaratubanda, só quem viveu a situação entende =]

    ResponderExcluir
  3. AHAHAHAH, verdade!
    Whitesnake na Guaratubanda de Carnaval e 3 loucas dentro de um Twingo Dourado... Acho que além de nós, que nos viu também não deve ter esquecido...

    ResponderExcluir
  4. Lembrei de outra! Sao Paulo, a imensa cidade de pedra, rica pela sua gastronomia e agitada pelas centenas de opçoes culturais. Nada melhor que ensaiar uns passinhos a caminho do Credcard Hall a la Rolling Stones- Miss You (uh uh uh uh uh uh uh...uh uh uh uh uh uh uh...uh uh uh uh). Jack was memorable!

    ResponderExcluir
  5. Verdade Ju!Mais um momento musical memorável!!!
    Chegada ao Credicard Hall para ver o show do Jethro, com Jack fazendo passinhos em Miss You dos Stones ahahah.. Perfeita lembrança! Essa veio do fundo do baú mesmo!

    ResponderExcluir
  6. Lembrei de outra... não foi bem uma viagem...mas... Pedreira Paulo Leminski - 1995 - show inesquecível do Bon Jovi (que vcs sabem que amo de paixão). Começa a "minha" música - I'll Be There for You - somente eu e o Jon existíamos naquele momento... e um gordinho que tava do meu lado pega na minha mão e começa a cantar e me balançar ao ritmo da música... tipo...acabou com meu momento único!! Que era só meu! Nada contra os gordinhos, mas era meu momento, pô!! Agora escuto a música e lembro do quê???? Do Jon? Do show? NÃOOOOO!!! Do gordinho!!!
    :}

    ResponderExcluir
  7. AHAHAHAHAAH, Santo Pai!!!!
    Não esquenta Marcia!! I'll be There For You quando vc lembrar do gordinho ahahaha!!

    ResponderExcluir
  8. Algumas que adoro... Love Drive (Scorpions), Holy Drive (Dio), mas essas já evocam o sentido de veículo. Motorhead também, escutar as músicas da bandas já fazem minhas narinas sentirem cheiro de Gasolina queimando.

    Ainda quero dirigir em uma Rodovia Federal a mais de 100Km/H escutando Slayer, não tem preço.

    :)

    ResponderExcluir